Tudo o que você queria saber sobre Botox - Ana Amorin

Tudo o que você queria saber sobre Botox

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica já admite que o bisturi foi ‘trocado’ pelas agulhas. Sendo este um dos tratamentos mais procurados entre as brasileiras, em 2019, seguido pelo preenchimento e o peeling (inclusive este período do ano outono/inverno é o mais recomendado este fazer este último). 

“As cirurgias estão em queda, pois, além de serem invasivas e normalmente seguidas de um pós-operatório doloroso, elas envolvem um investimento alto e tempo de repouso prolongado”, comenta a especialista estética Andrezza Fusaro. 

Somente entre 2012 e 2017, procedimentos com injetáveis – que incluem, por exemplo, o ácido hialurônico e a toxina botulínica, o Botox – aumentaram 40,6% nos Estados Unidos. No Brasil, o crescimento foi ainda maior: 80%. Isso só entre 2014 e 2016.

Botox – Para casos como as linhas de expressão, a toxina botulínica é a mais indicada, pois a substância é capaz de bloquear o músculo que realiza movimentos constantes de franzir a região do rosto. 

Aplicação – Prático e rápido, o procedimento é feito com uma seringa e pode ser aplicado em torno dos olhos, testa, glabela (região entre as sobrancelhas), região do nariz, ao redor dos lábios e queixo celulítico. Cada pessoa apresenta uma necessidade específica e a duração também é variável, em torno de 4 a 6 meses.

Papo rápido sobre a técnica: Para pessoas que têm uma musculatura facial mais aparente, o uso preventivo é recomendado já quando jovens. Enquanto que para pessoas com meia idade ou idosas o Botox é usado tanto para evitar a acentuação das rugas e melhora do aspecto facial. Isso porque ele não é a substância recomendada para o preenchimento destas marcas.

Ficou alguma dúvida ou tem sugestão de tema? Comente abaixo ou corra para o Instagram  e confira meus stories dicas e promoções estão ativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *